O fim da pré-história

  Onde está Francis Fukuyama, aquele que, sob aplauso da grande mídia nacional e internacional, escreveu em 1989 ensaio famoso intitulado “O fim da história”, como comemoração à vitória ideológica neoliberal diante da queda do Muro de Berlim e do colapso da União Soviética e consequente  soerguimento do unilateralismo político americano na condução dos assuntos …

Sucessão em ritmo de desaceleração econômica

A sucessão do presidente Lula, certamente, vai ocorrer em clima oposto ao que o titular do Planalto estaria planejando, se for levada em consideração suas  declarações super-otimistas, de primeira hora, quando estourou a crise bancária, levando de roldão o bancão Lehman Brothers e, em seguida a seguradora AIG, exigindo cobertura estatizante. Pouco antes, já havia …

Apocalipse bushiano é jogo de pânico fascista

O tom apocaliptico adotado pelo presidente W. Bush para tentar convencer o Congresso a aprovar o pacote salvacionista de 700 bilhões de dólares para economia mergulhada em crise bancária, caracterizada por sumiço do crédito, oxigênio da produção capitalista, joga estrategicamente com o medo como arma política, algo tipicamente fascista, para alcançar rapidamente seu objetivo. Na …

Perigo de neonazismo

  Qual a garantia que está por trás dos insuficientes 700 bilhões de dólares que o presidente W. Bush tenta embuchar no mercado global, para evitar o desastre financeiro roliudiano americano? Simplesmente, nenhuma. É tudo papel podre tentando salvar papéis podres. A Europa já conhece essa história e, naturalmente, está desejando construir uma arca para …