Eleição no Rio: Dória ataca Bolsonaro com suplente de Flávio

Doria nega ser bolsonarista e diz não ter criado o slogan ...Sucessão carioca bombástica 

O governador de São Paulo, João Dória, candidato tucano ao Planalto, em 2022, que se transformou em arquiinimigo do presidente Bolsonaro, em meio à pandemia do novo coronavírus, aprofunda divergências com o titular no Planalto. Depois de desobedecer o presidente, junto com vários governadores, amparados pelo STF, quanto ao isolamento vertical da população, para enfrentar o vírus, Dória abre nova frente de luta, dessa vez, na disputa eleitoral, no Rio de Janeiro. Usa, agora, o empresário Paulo Marinho, suplente tucano do senador Flávio Bolsonaro, candidato do PSDB à prefeitura do Rio, para expor bastidores da fuga de Queiroz, facilitada pela ação da PF/RJ, às véspera da eleição presidencial de 2018. Agiu, dessa forma, para favorecer vitória eleitoral do capitão que se transformou em presidente da República, cuja marca registrada é a completa militarização de governo republicano. Marinho aprofunda o grande escândalo, ainda, não desvendado, que está por trás do assassinato da vereadora carioca Marielle.

BOMBA! BOMBA!PF ESPANTOU A CAÇA. DÓRIA CERCA BOZO NO RIO COM SUPLENTE TUCANO DO SENADOR DAS RACHADINHASPelo relato…

Posted by Cesar Fonseca on Sunday, May 17, 2020

O sol colorido…