Novo PROER para salvar bancocracia

O parto do filho de Maia é atormentado por Alcolumbre | VEJA

Farsa histórica

A história se repete como farsa. Primeiro, na Era FHC, os tucanos criaram um PROER, programa para capitalizar os bancos, para compensar queda abrupta da inflação, decorrente da sobrevalorização populista cambial, tendo como contrapartida aumento violento da dívida pública. Como os banqueiros faturavam absurdamente com inflação alta, esta, ao ser derrubada, deixou eles na mão. Mas, o BC, acionado pelo tesouro, lançou a rede salvacionista no rio para não afogarem. Agora, mesma coisa.  Nasce o neo PROER. A crise capitalista acelerada pelo novo coronavírus pegou os bancos privados cheios de papeis de empresas(debêntures), candidatos ao lixo. Os ultraneoliberais do governo lançam, de novo, a corda para salvar o afogado: dinheiro da viúva, para o BC comprar esses papeis podres e salvar a bancocracia, às custas da população, dos estados e municípios, que pagarão o pato. Os presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia(DEM-RJ) e o presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre, foram rápidos no gatilho, para salvar a bancocracia.

 

CONGRESSO SALVA BANCA COM NOVO PROER O relator da PEC 10/2020, senador tucano mineiro, Antônio Anastasia, foi generoso…

Posted by Cesar Fonseca on Thursday, April 16, 2020

Esfrega o corona

Samba do coronavírus faz sucesso no face #Sambandooficial