Economicídio neoliberal de Guedes agita junta militar

 

Imagem relacionada

Desmonte do estado nacional

O nervosismo com a crise econômica é o dado novo na economia política bolsonariana. O plano econômico ultraneoliberal de Paulo Guedes eleva a temperatura social e abre expectativas de instabilidade; a junta militar que da as cartas no governo Bolsonaro arregimenta as forças da guarda nacional, para enfrentar tarefas diversas, se a agitação política tomar conta dos grandes centros; estados e municípios falidos, grandes centros tomados pelo desemprego e Congresso agitado com o desmonte do sistema de seguridade social, que divide a própria base do governo, dão um tom dramático no ambiente convulsionado pelo desemprego em massa e aumento da miséria e concentração da renda sem limites, por uma estrutura produtiva e ocupacional, totalmente, dominada pela especulação financeira incontrolável. As expectativas são as mais preocupantes possíveis, criando ambiente capaz de desatar anarquias, se ampliar o desastre econômico instalado pela política econômica ultraneoliberal, que leva ao desmonte do estado nacional.

 

ARROCHO NEOLIBERAL DE GUEDES PÕE POLÍCIA NA RUAO desemprego em massa, o arrocho salarial, a destruição de programas e…

Posted by Cesar Fonseca on Wednesday, April 17, 2019